Arquidiocese de Botucatu

Artigos › 24/02/2019

As Dez Palavras: livro das catequeses do Papa sobre os Mandamentos

Não somos súditos portanto, mas filhos, e o Decálogo não é “instrução fria do que deve ser feito, mas é a relação de um pai com seu filho, um pai que instrui o filho sobre a vida e no mesmo momento em que fala a ele sobre a vida, na realidade está entrando em relação com ele para fazê-lo crescer, para criá-lo “. (AFP or licensors)

 

Em entrevista ao Vatican News, o autor do livro lançado nesta sexta-feira pela Paulus, padre Fabio Rosini, explica que “a capacidade de reconduzir toda a lógica da obediência a Deus de uma mentalidade de súditos à confiança de uma criança, depende da imagem que se tem de Deus”.

“Quando são citados os Dez Mandamentos, todo mundo se remete ao legalismo … Francisco poderia voltar ao legalismo?”

Não ordem, mas palavras

Em seu prefácio no livro sobre as catequeses do Papa sobre o Decálogo, parte desta interrogação padre Fabio Rosini – responsável na Diocese de Roma pelo serviço vocacional,  que há mais de 20 anos encontra milhares de jovens para conversar com eles justamente sobre as “Dez Palavras” – esclarecendo imediatamente o que as 17 catequeses das Audiências Gerais dedicadas ao tema não são.

Chicotadas morais austeras e saudáveis? Ordens? Não, palavras. E a diferença entre palavra e ordem – explicou aos Vatican News – é aquela entre o relação e a estranheza: “a distinção” – enfatiza  padre Fabio – “é iluminada profundamente e muda toda a perspectiva da fé no Deus de Jesus Cristo: Um Pai, não um tirano, e essa distinção é a passagem do falso cristianismo ao cristianismo autêntico”.

“ O mundo não tem necessidade de legalismo, mas de cuidado. Precisa de cristãos com coração de filhos. Há necessidade de cristãos com coração de filhos: não vos esqueçais disto! (Audiência de 20 de junho de 2018) ”

Não é coincidência que a palavra “filho” seja a mais repetida, provavelmente em todas as catequeses. “A capacidade de reconduzir toda a lógica da obediência a Deus, de uma mentalidade de súditos à confiança de uma criança  – diz padre Fabio – depende da imagem que se tem de Deus”.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.