Arquidiocese de Botucatu

Artigos › 13/01/2019

EUA: a alegria dos bispos pelo retiro com padre Cantalamessa

Entre as reflexões propostas pelo padre Cantalamessa, o chamado para “confiar mais no Espírito Santo”, a confiança para viver sempre “na presença amorosa de Deus” (AFP or licensors)

 

Diversos bispos estadunidenses expressaram sua gratidão e satisfação pela semana de exercícios espirituais a eles dedicada, e conduzida pelo padre Raniero Cantalamessa, pregador da Casa Pontifícia. “A missão dos apóstolos e seus sucessores”, foi o tema do retiro.

“Uma experiência verdadeiramente abençoada” na qual “o Espírito Santo estava presente com força”. Estes são apenas alguns dos comentários, alguns postados no Twitter, dos numerosos bispos dos EUA que de 2 a 8 de janeiro participaram do retiro espiritual a convite do Papa Francisco, para receber de Deus a força para enfrentar os difíceis desafios deste momento.

Uma semana de oração no Seminário Mundelein, próximo a Chicago,  conduzida pelo padre Raniero Cantalamessa, pregador da Casa Pontifícia desde 1980 e confirmado em 2013 por Bergoglio. “A missão dos apóstolos e seus sucessores”, foi o tema escolhido com base em uma passagem do Evangelho de Marcos (Mc 3,14): “Designou doze entre eles para estar com Ele”.

Confiar mais no Espírito Santo

Entre as reflexões propostas pelo padre Cantalamessa, o chamado para “confiar mais no Espírito Santo”, a confiança para viver sempre “na presença amorosa de Deus” e – conforme relatou em seu blog o bispo Frank J. Caggiano de Bridgeporth – a necessidade de erradicar o “amor pelo dinheiro”.

O bispo auxiliar Michael J. Boulette, de San Antonio, twittou: “Continuemos a rezar uns pelos outros, pela nossa Igreja e por nosso mundo. Uma bênção estarmos aqui”. O arcebispo Paul D. Etienne, de Anchorage, Alasca, afirmou que o pregador foi “um verdadeiro instrumento do Senhor” e que o Espírito Santo estava atuando durante o retiro.

O bispo Lawrence T. Persico Erie, Pensilvânia, descreveu as homilias do padre Cantalamessa como “poderosas e envolventes”, um grande estímulo para refletir e rezar sobre o papel dos pastores: “Devemos começar a partir disto para ser capazes de oferecer a cura” .

“Não deixamos este retiro com todas as respostas para os importantes questionamentos que a Igreja enfrenta nos dias de hoje”, escreveu por sua vez o cardinal Blase J. Cupich no jornal da arquidiocese “Chicago Catholic”, mas ressaltou que os bispos têm agora uma renovado sentido da importância de inspirarem-se pelo “espírito de Cristo antes que pelos “próprios esforços”. “Outra bênção desses dias que passamos juntos – acrescentou – é que eles nos aproximaram uns dos outros e ao Santo Padre”.

Também o bispo auxiliar de Boston, Mark W. O’Connell, observou que foi “uma experiência verdadeiramente abençoada”. “O Espírito Santo estava presente com força e fiquei muito tocado”, tuitou, agradecendo ao Papa por ter dado esse presente aos bispos.

O arcebispo Jose H. Gomez, de Los Angeles, afirmou: “Rezemos juntos como sinal visível da nossa unidade como bispos e da comunhão com o Santo Padre. Há um espírito colegial e um firme compromisso de enfrentar as causas da crise dos abusos e continuar o trabalho de renovação da Igreja”.

A declaração do padre Cantalamessa

Em relação ao tema do abuso, algumas semanas antes do início do retiro, o pregador pontifício, com um e-mail enviado ao Catholic News Service, fazia saber que ele não iria falar sobre abusos e nem daria conselhos sobre possíveis soluções, já que esta não é esta sua missão e não é de sua competência: “O Santo Padre pediu minha disponibilidade para conduzir uma série de exercícios espirituais para a Conferência Episcopal, para que os bispos, longe de seus compromissos diários, em um clima de oração e silêncio e em um encontro pessoal com o Senhor, possam receber a força e a luz do Espírito Santo para encontrar as soluções acertadas para os problemas que afligem hoje a Igreja estadunidense”.

Fonte: vaticannews

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com