Arquidiocese de Botucatu

Fazenda da Esperança: iniciadas as obras em Botucatu

Projeto da Fazenda em Botucatu

Teve início na segunda-feira, 07, as obras de construção da futura unidade da Fazenda da Esperança em Botucatu – SP, a primeira etapa se trata da terraplanagem do terreno. Será a primeira unidade em nossa Arquidiocese de Botucatu. Foram anos de muita garra e determinação, e o apoio de muitas pessoas que auxiliaram e continuam ajudando para que a Fazenda se torne uma realidade em nossa Igreja Particular.

No ano de 2014, as festividades em honra de Sant’Ana foram motivadoras para o início desse sonho de ter uma unidade da Fazenda em Botucatu. A Prefeitura Municipal na época assinou a cessão das terras para a implantação da Fazenda, o local fica no Bairro Rural “Monte Alegre”, próximo da divisa com os munícios de Pratânia e São Manuel.

Essa grande obra é fruto da parceria entre a Igreja Católica, através da Arquidiocese de Botucatu, e os órgão públicos como a Prefeitura Municipal e o Governo do Estado de São Paulo. O Prefeito de Botucatu, Mário Pardini, assinou a autorização para o início das obras no último dia 04 de outubro, na presença do  Arcebispo de Botucatu, Dom Maurício Grotto de Camargo, estava presente ainda o Pe. Emerson Anizi, idealizador e voluntário da Fazenda da Esperança, além de demais autoridades políticas da cidade.

 A Fazenda atenderá 36 homens para recuperação em sua unidade de Botucatu, e deverá ficar pronta em 12 meses, de acordo com o contrato de construção.

Conheça a Fazenda da Esperança:

A Fazenda da Esperança é uma comunidade terapêutica que atua desde 1983 no processo de recuperação de pessoas que buscam a libertação de seus vícios, principalmente do álcool e da droga. Seu método de acolhimento contempla três aspectos determinantes: o Trabalho como processo pedagógico; a Convivência em família; e a Espiritualidade para encontrar o sentido da vida.

A Fazenda está de portas abertas em todos os estados brasileiros para acolher homens e mulheres fragilizados pelo consumo das drogas, transformando dor em alegria. O número de comunidades no mundo já ultrapassou uma centena de unidades estruturadas em países da Ásia, África, América e Europa, sob contínuo crescimento devido a globalização dos graves problemas sociais que assolam a humanidade.

As pessoas que se identificam com o carisma da Fazenda podem encontrar sua vocação na Igreja fazendo parte da Família da Esperança – uma Associação Privada de Fiéis, de caráter internacional, reconhecida pelo Pontifício Conselho para os Leigos, cuja missão é levar a Esperança, Jesus Cristo, ao maior número de jovens do mundo inteiro, conforme as palavras do Papa Bento XVI.

(Abaixo você confere o projeto da Fazenda da Esperança que será construída em Botucatu)

 

A Fazenda da Esperança acolhe jovens que desejam se libertar das drogas e do álcool

A Fazenda da Esperança acolhe pessoas com idade entre 18 e 59 anos que desejam livremente se recuperar de drogas, álcool e tantos outros tipos de vícios. É necessário entrar em um processo pedagógico de 12 meses de duração. Quem pretende enfrentar esse desafio dá o primeiro passo através de uma carta escrita a próprio punho, manifestando os motivos da sua vontade em buscar vida nova. O interessado em uma vaga deve enviar seu pedido de ajuda à comunidade mais próxima de sua residência.

Assim, possibilita a seus parentes visitá-lo a partir do terceiro mês, quando os relacionamentos são reatados, a fim de superarem juntos os problemas gerados pelas drogas e pelo álcool. O candidato recebe uma explicação dos procedimentos e das regras a serem seguidas para se recuperar em uma das comunidades da Fazenda da Esperança. No dia da entrevista, são exigidos documentos, exames médicos e sobriedade. O acolhimento é feito pela equipe de coordenação local e depende principalmente da disposição pessoal e vontade de se tornar um “homem novo”, demonstradas pelo candidato.

O grande diferencial da Fazenda é acolher gestantes e mães com seus filhos crianças, ao contrário de outras comunidades e clínicas de recuperação. A parte feminina considera importante que a mãe tenha seus filhos por perto e não se distancie durante o período de 12 meses. Essas mulheres passam por um caminho de acompanhamento, onde o amor transforma tantas vidas e a família ganha um sentido ainda maior.

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.