Arquidiocese de Botucatu

O cristão e a solidariedade à luz do ocorrido em Botucatu

Voluntários preparando refeições para famílias necessitadas

Nos últimos dias os fiéis de nossa Igreja Particular de Botucatu têm dado um grande exemplo de solidariedade cristã. As chuvas que atingiram a cidade de Botucatu na última segunda-feira, 10, alagaram e destruíram casas. Muitas famílias perderam tudo o que tinham e ficaram desalojadas. A mobilização da sociedade foi muito rápida, sejam órgãos públicos ou entidades e organizações religiosas.

O que aqui destacamos é a ação das pastorais e movimentos da Igreja Católica em atitudes concretas para diminuir um pouco o sofrimento desses irmãos e irmãs. De maneira especial a juventude vem dando um grande exemplo de compaixão, atitude que se manifestou através do voluntariado, nas campanhas de arrecadação e na produção de marmitas diariamente ao longo dessa semana.

Com certeza as orações de todos são de extrema importância nesse momento, associadas às ações que também são fundamentais. A fé cristã se manifesta, e se exterioriza, no testemunho e ação que condizem com a mensagem evangélica. A exemplo de Jesus que sempre esteve ao lado daqueles que mais precisavam, a comunidade cristã se coloca ao lado dos irmãos e irmãs que sofrem e passam por dificuldades.

Centenas de pessoas de todas as idades não mediram esforços para contribuírem com as famílias atingidas. Demonstraram dessa forma a capacidade de percepção e de encontro  da presença de Jesus nas pessoas atingidas. As arrecadações de roupas, alimentos, móveis, produtos de higiene e limpeza demonstraram a força da unidade e da solidariedade. Nossa PasCom – Pastoral da Comunicação Arquidiocesana ao longo da semana divulgou inúmeras iniciativas realizadas não só em Botucatu, mas também em várias cidades que compõe da região.

O que podemos refletir com tudo isso é a importância da solidariedade cristã. Momentos delicados como este requerem de todos atitudes que busquem ajudar os que foram atingidos, e a identidade cristã favorece a esse trabalho em unidade, de forma integrada. Pequenas atitudes que somadas estão fazendo a diferença. Vale lembrar a famosa frase de Santa Teresa de Calcutá: “O que eu faço é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor”.

Que possamos aprender com cada pessoa que está colaborando a força que tem a solidariedade. Permaneçamos unidos na oração e na ação.

Texto: Marco Raphael, seminarista da Arquidiocese de Botucatu e coordenador da PasCom.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.