Arquidiocese de Botucatu

Artigos › 06/04/2019

O jovem é chamado a se arriscar, a desafiar a Igreja estando na Igreja

 

Evanderson Luiz de Abreu participou em Roma da reunião pré-sinodal na qualidade de missionário xaveriano. Em sua análise da “Christus vivit”, o jovem destaca a importância do itinerário formativo da juventude.

A sinodalidade da Igreja é o aspecto ressaltado pelo jovem Evanderson Luiz de Abreu ao fazer a primeira leitura da Exortação Apostólica do Papa Francisco “Christus vivit”.

Evanderson é natural de Curitiba (PR) e participou em Roma da reunião pré-sinodal na qualidade de missionário xaveriano (na época, ele residia na cidade italiana de Parma).

Em sua análise ao Vatican News, o jovem destaca a importância do itinerário formativo da juventude.

JMJ

No Rio, recorda ele, o Papa insistiu na importância de colocar fé e amor naquilo que se faz. Em Cracóvia, falou da dimensão de sair do sofá, da experiência do êxodo. E, no Panamá, Francisco recordou a necessidade de viver o agora de Deus, a ser missionários corajosos, a anunciar e testemunhar a experiência do Cristo que vive.

“O jovem é chamado a se arriscar, a desafiar a Igreja estando na Igreja”, afirma Evanderson, criando novos métodos de evangelização, somando-se aos métodos já existentes.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.