Reunião Reunião

Arquidiocese de Botucatu

Sem categoria › 07/12/2016

CAMPA se reuniu no último sábado

 

Realizou-se, hoje, dia 03 de dezembro de 2016, sob a presidência de Dom Maurício Grotto de Camargo, Arcebispo Metropolitano, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, das 09h às 11:30h, a segunda reunião deste ano do Conselho Arquidiocesano de Missão e Pastoral Ampliado (CAMPA).  Após a oração inicial e  leitura da Ata da reunião anterior, foram tratados os seguintes assuntos:

 

  • ESTATUTO DO CAMPA. Apresentado   ao Arcebispo o pedido de atualização do Artigo 3 do Estatuto do CAMPA – da sua Constituição –  retirando a presença dos Secretários(as) dos CMPPs na composição dos seus membros e  acrescentando os Coordenadores Arquidiocesanos e Assessores das Pastorais, Movimentos, Associações e Organismos Eclesiais presentes da Arquidiocese, como tem sido a prática dos últimos anos.

 

  • O DIRETÓRIO ARQUIDIOCESANO DA PASTORAL DOS SACRAMENTOS. Foram apresentadas algumas sugestões em vista da divulgação do Diretório Arquidiocesano da Pastoral dos Sacramentos em todas as Paróquias e Comunidades Católicas da Arquidiocese: uso do texto em PDF para leitura on line; texto impresso para aqueles que não têm acesso à internet; divulgação nas Redes Sociais, como Face, Whatsapp, e outros disponíveis;  estudo, sobretudo da 3ª Parte – Orientações Pastorais –  pelos Secretários (as) Paroquiais; grupos de estudo a partir das pastorais  que trabalham com os Sacramentos e a implantação e funcionamento da Equipe Arquidiocesana da Pastoral dos Sacramentos, já presente no próprio DAPS, como exigência e necessidade.

 

  • AS DIRETRIZES ARQUIDIOCESANAS DE MISSÃO E PASTORAL. Confirmado o esquema do processo de elaboração das Diretrizes Arquidiocesanas de Missão e Pastoral (DAMP) aprovado pelo CAMP, em novembro deste ano. Ou seja, em três partes:

 

 1ª PARTE:PARÓQUIA DISCÍPULA MISSIONÁRIA

Com essa concepção de Paróquia, a  Arquidiocese  de Botucatu, na sua organização pastoral,  quer colocar em prática, de um lado, a proposta da V Conferência de Aparecida (2007): a conversão pastoral, em vista de Paróquia  transformada numa Comunidade de Comunidades; de outro, a solicitação da Evangelii Gaudium (2013) , do Papa Francisco, de uma Igreja “ em saída”, atenta às periferias  existências, consciente que se encontra no mundo como num “ campo de batalha”, onde os exércitos já se retiraram, e o que resta são as pessoas mortas ou  feridas, necessitadas de cuidados especiais.

 

2ª PARTE: AS CARACTERÍSTICAS DE UMA PARÓQUIA DISCÍPULA MISSIONÁRIA

2.1– Com sua organização alicerçada sobre as 3 dimensões: – Dimensão Ministerial, com as atividades pastorais descentralizadas, suas funções melhor distribuídas e consciente que as funções permanecem, mas aqueles que as exercem, passam; – Dimensão Escola de Comunhão, onde as diferenças são trabalhadas de modo que não sejam causas de divisão, separação e afastamento, mas  de aproximação, entrosamento e comunhão; – Dimensão Samaritana, a exemplo de Jesus, se aproxima dos últimos, dos excluídos, dos necessitados, cuida do resto, ou seja, daqueles que ninguém quer cuidar.

2.2Com a Pastoral dos Sacramentos realizada à luz da Palavra de Deus e numa dimensão missionária: cuidando dos que já participam, acolhendo bem aqueles que nos procuram e procurando pelos que se encontram afastados.

 

3ª PARTE: O PERFIL DO BISPO, DO PRESBÍTERO, DO DIÁCONO PERMANENTE E DOS OUTROS AGENTES DE PASTORAL NUMA PARÓQUIA DISCÍPULA MISSIONÁRIA

 

A elaboração do texto das Diretrizes Arquidiocesanas de Missão e Pastoral (DAMP) será realizada em diversas etapas:

 

– Nos meses de dezembro e janeiro, elaboração da Síntese das contribuições das Assembleias Paroquiais 2016 e preparação do Esboço geral.

– Aprovação do Esboço geral na reunião do CAMP, no dia 02 de fevereiro de 2017.

– Envio do Esboço Geral para estudo, aprofundamento e apresentação de propostas por parte dos Padres nas Regiões Pastorais e das Pastorais, Movimentos, Associações e Organismos Eclesiais Arquidiocesanos, no período que vai de fevereiro até o final de junho de 2017.

– Julho de 2017: Acolhida, avaliação e encaminhamento  das propostas apresentadas  e aprovação do Texto Provisório  na reunião do CAMP, no dia 03 de agosto de 2017.

– Encaminhamento do Texto Provisório  para avaliação das  RPs – Padres e Fiéis leigos.

– Aprovação final do Texto Oficial, na reunião do CAMP, dia 25 de outubro, uma quarta-feira, das 20h às 22h, em Agudos, SP.

– Promulgação oficial das Diretrizes Arquidiocesanas de Pastoral e Missão (DAMP) no Encontro da Família Arquidiocesana, dia 15 de novembro de 2017.

 

4- A ORGANIZAÇÃO PASTORAL DA ARQUIDIOCESE. Continuação do trabalho de implantação, articulação e atualização  das Pastorais, Movimentos, Associações e Organismos Eclesiais, num trabalho conjunto, – Paróquias, Regiões Pastorais e CAMPA, onde, sempre sob a autoridade e presidência do Arcebispo,  o Coordenador Arquidiocesano de Pastoral orienta as atividades pastorais arquidiocesanas; os Padres Presidentes das Comissões Pastorais, incentivam o trabalho dos Coordenadores e Assessores Arquidiocesanos; estes, por sua vez, concretizam os objetivos de suas atividades, seguindo a metodologia ou dinâmica que lhes são próprias. Esse é um trabalho que nunca termina e precisa ser continuamente atualizado!

 

5- AVALIAÇÃO DO ANO PASTORAL 2016. Após alguns minutos de conversa,  foram apresentados os seguintes pontos positivos: em geral a Pastoral Arquidiocesana está caminhando bem; a presença das Assembleias Paroquiais 2015 e 2016, onde as pessoas puderam participar e manifestar suas opiniões sugestões; o empenho  por parte do Arcebispo com os Casais em 2ª União e a criação das Câmaras Eclesiásticas, facilitando os processos de Nulidade Matrimonial; as pessoas e os Agentes de Pastoral estão se sentindo mais acolhidos em todos os âmbitos da vida pastoral da Arquidiocese; a compreensão ou assimilação do processo de avaliação e elaboração de proposta pastoral da Arquidiocese está mais clara e precisa e a nomeação de 2 anos, com possibilidade de uma reeleição,  para as Coordenações pastorais, tanto Paroquiais, como Regionais e Arquidiocesanas.

Foram apresentados também, pontos que precisam melhorar: a presença dos titulares que ocupam funções pastorais nas reuniões paroquiais, regionais e arquidiocesanas, evitando, com isso, o costume de  mandar Representantes; maior interação entre as atividades pastorais e organizar e assumir melhor as coordenações paroquiais.

 

6- CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO 2017.  As datas, locais e horários das atividades pastorais arquidiocesanas e regionais do próximo ano devem ser enviadas até o final de dezembro nos e.mails  irdulcera@bol.com.br ou jhergesse@gmail.com

 

7- GUIA INFORMATIVO 2017. Estará à disposição da Arquidiocese até o final do mês de janeiro de 2017. Desta vez, o Guia Arquidiocesano não será impresso. Ou seja, somente para leitura on line.

8- REUNIÕES DO CAMPA EM 2017: 17/06 (3º sab)  –  02/12 (1º sab).

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com