Comemoração Comemoração

Arquidiocese de Botucatu

Sem categoria › 14/12/2016

Padre Adriano Prado, IMC, comemora jubileu de ouro sacerdotal

No próximo dia 18 de dezembro, na Matriz Santo Antonio em Macatuba, o padre Adriano Prado estará celebrando a missa em ação de graças pelos seus 50 anos de ordenação sacerdotal. A cerimônia acontecerá às 19h

História do Padre Adriano, IMC

Padre Adriano Prado nasceu em 26 de julho de 1931 na então cidade de Santo Antônio do Tanquinho, hoje Macatuba. Filho caçula de João da Silva Prado e da imigrante portuguesa Albertina de Jesus, teve cinco irmãos: Joaquim, Maria, Francisco, André e Luís, dentre os quais, este último, seguira também a vida religiosa como monge cisterciense. Passou infância e adolescência um tanto difíceis no sítio, sob o sol escaldante do duro trabalho no campo, na colheita do café, e embora a família fosse de valores e ensinamentos fervorosamente católicos, não frequentava muito às missas e outras liturgias. Foi quando seu irmão Luís junto a ele e aos demais receberam de sua tia Virgínia o livro “Missões Abreviadas”, sobre a doutrina cristã católica. Quando acabaram de ler, estavam todos mudados radicalmente e passaram a ser muito assíduos às coisas da Igreja: entraram todos para a Congregação Mariana da época, na qual tiveram a grande honra de participar da missa de anúncio do dogma da Assunção da Santíssima Virgem, em 1950. Despertou se a vocação sacerdotal no jovem Adriano em 1954. Seu irmão Francisco foi a Lençóis Paulista e como era seu costume, entrou na igreja para rezar; havia um padre missionário da Consolata que dizia a missa, com quem Francisco foi conversar a favor do irmão e o padre lhe disse de bom grado que fosse ter com eles para entrar para o seminário. Em 1955, aos 23 anos de idade, tornou-se seminarista menor, no antigo Seminário em São Manuel – SP. Em seguida, realizou os estudos filosóficos no distrito de Aparecida de São Manuel e foi denominado, em 1962, para estudar teologia em Turim, na Itália. Terminados os estudos e, depois de haver recebido as ordens sacras menores, foi ordenado sacerdote em 17 de dezembro de 1966 pelo bispo auxiliar de Turim, Dom Lívio Maritano, na igreja de Santa Ana. Foi designado para atuar como missionário em Moçambique, onde permaneceu 36 anos, atuando de forma corajosa, em plena guerra civil, entre outros problemas, pelo anúncio do Evangelho e a celebração dos sacramentos, além de estar perto dos mais necessitados para ajuda humanitária. Em 2004, regressou ao Brasil, onde trabalhou ainda em paróquias administradas pela Congregação do Instituto Missões Consolata, na Bahia e em São Paulo, onde vive atualmente na Casa Regional

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.