Articulação Articulação

Arquidiocese de Botucatu

Liturgia Diária

Reuniões do clero e de coordenadores de pastorais terão novo formato em 2018

A partir do próximo ano, as reuniões gerais e regionais do clero terão novo formato, segundo explica o coordenador arquidiocesano de pastoral, Pe José Aparecido Hergesse.

“Serão quatro Reuniões por ano.  Em cada  reunião, haverá dois momentos: o primeiro Momento será para apresentação de um tema ligado à vida e à missão do Presbítero, feita por um dos Presbíteros da Região Pastoral e o segundo Momento será para assuntos pastorais da Arquidiocese ou da Região Pastoral, com o envio, se possível, de um resumo para toda à Arquidiocese.”

As razões para a mudança são as seguintes: “A nossa intenção, em comunhão com o Arcebispo, é que tenhamos mais reuniões Regionais dos Padres, e menos reuniões Gerais do Clero. As reuniões Gerais do Clero seriam: em
fevereiro, para a CF, na Quarta-feira Santa, Retiro Espiritual, em julho, Confraternização do Dia do Padre, na primeira segunda-feira de agosto, Atualização do Clero, em outubro, e Confraternização do Natal do Clero, na primeira segunda-feira de dezembro. Ou, então, alguma reunião do Clero extraordinária, de acordo com a necessidade e convocação do Arcebispo.”

Também acontecerão as reuniões com os coordenadores regionais das pastorais e movimentos na mesma perspectiva: “Serão quatro reuniões por ano. – Em cada  reunião, 2 momentos:-  O 1º Momento: Apresentação de
um tema ligado à vida e à missão do Cristão Leigo, feita por um dos Coordenadores de Pastorais ou Movimentos  da Região Pastoral; – 2º Momento: Assuntos pastorais da Arquidiocese ou da Região Pastoral, com o envio, se possível, de um resumo para toda à Arquidiocese.”

Ele ressalta que: “As duas reuniões, – num mês a reunião dos Padres e no outro,  a reunião dos Coordenadores Regionais – serão presididas pelo Padre Coordenador da Região Pastoral. Essas reuniões, como acima apresentadas, são partes da organização ordinária das nossas atividades pastorais. Não devem, portanto, ser confundidas com Cursos de Formação para o fieis Leigos ou  outras iniciativas pastorais da Região Pastoral.”

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.