A Corrente Solidária se destinará ao projeto nas periferias, no trabalho de formação qualificada para jovens A Corrente Solidária se destinará ao projeto nas periferias, no trabalho de formação qualificada para jovens

Arquidiocese de Botucatu

Liturgia Diária

EVANGELHO:

SANTO:

Notícias › 08/07/2021

Corrente solidária vai ajudar projeto social para jovens de Myanmar

A Pontifícia Obra da Propagação da Fé, por meio de suas atividades Juventude Missionária (JM), Famílias Missionárias (FM) e Idosos e Enfermos Missionários (IEM), assume o projeto Corrente Solidária como um gesto concreto dos grupos em todo o Brasil em prol da missão Ad Gentes.

A Corrente Solidária teve início através da articulação da Juventude Missionária do Brasil, que nos recorda a iniciativa da fundadora da Propagação da Fé, a beata Paulina Maria Jaricot. Mesmo não podendo ir à missão além-fronteiras, Paulina organizou um grupo de operárias francesas que colaboravam com uma doação mensal para as missões e a oração diária, sempre com o espírito da universalidade.

Em 2021 o compromisso além-fronteiras por meio da cooperação missionária material e espiritual será para com a Igreja de Myanmar, uma grande nação de mais de 55 milhões de habitantes, com a presença de católicos desde 1868, quando chegaram os primeiros missionários do PIME. A presença da Igreja Católica está inserida em vários âmbitos, principalmente com a formação da juventude, no olhar solidário nos cárceres, na vida dos dependentes químicos.

A Corrente Solidária se destinará ao projeto nas periferias, no trabalho de formação qualificada para jovens em informática, inglês, corte e costura, preparando para o mercado de trabalho. O projeto Corrente Solidária acontece através de doações fruto do sacrifício pessoal e comunitário, em comunhão com as atividades da Pontifícia Obra da Propagação da Fé.

Saiba mais no vídeo aqui. 

FONTE: CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.