Vocação Vocação

Arquidiocese de Botucatu

Liturgia Diária

EVANGELHO:

SANTO:

Sem categoria › 26/08/2015

Entrevista: Pe. Joinville fala sobre Vocação e Discernimento

Pe. JoinvilleNeste mês de agosto, a Igreja comemora o mês Vocacional e nós conversamos com o Pe. Joinville Antonio de Arruda, reitor do Seminário Arquidiocesano São José, que esclarece algumas dúvidas aos jovens que sentem o chamado à vocação sacerdotal. Acompanhe abaixo:

Catedral: O que um jovem que sente o chamado à vocação sacerdotal deve fazer?

Pe. Joinville: Os jovens que sentem esse chamado no coração, além de rezar e pedir que Deus confirme a cada dia, devem procurar a orientação de um padre, de preferência que seja o pároco onde costuma participar, com a ajuda de um padre o jovem poderá esclarecer melhor a vocação ao ministério ordenado.

Catedral: Qual a idade para iniciar o discernimento e o que se espera de um jovem vocacionado?

Pe. Joinville: Geralmente a vocação surge em jovens que já atuam no serviço a Deus, em jovens que estão engajados desde cedo como coroinhas, acólitos, catequistas, ou seja  que tenham caminhada de Igreja. O que nós pedimos é que os padres enviem jovens que estejam concluindo ou que já tenham concluído o ensino médio, os mais novos aconselhamos que façam o acompanhamento com os párocos até chegarem a idade de 16 ou 17 anos mais ou menos.

Catedral: O Seminário realiza todos os meses os Encontros Vocacionais, como são os encontros e como os jovens podem participar?

Pe. Joinville: Nos Encontros Vocacionais buscamos trabalhar especificamente o carisma, a espiritualidade e a missão do Padre Diocesano. Nossos encontros são preparados pelos nossos seminaristas que atuam na Pastoral Vocacional, os jovens podem entrar em contato conosco com com os padres que os acompanham para saber as datas dos encontros.

Catedral: Quando os jovens são admitidos ao Seminário Arquidiocesano, quais são as etapas da preparação e formação?

Pe. Joinville: O primeiro passo é justamente no Seminário São José em Botucatu, onde é realizado o Propedêutico , que é a fase inicial da caminhada. Terminado o ano, com a aprovação do Conselho de Formação o jovem inicia os estudos superiores, sendo aproximadamente três anos de Filosofia, quatro anos de Teologia, um ano de Pastoral onde o seminarista fica ajudando mais de perto uma realidade paroquial ou comunitária, depois a Ordenação Diaconal e depois a Ordenação Sacerdotal, a caminhada formativa é longa e nesse período o jovem vai discernindo melhor esse chamado.

Catedral: Qual a mensagem que o senhor deixa para os jovens que sentem esse chamado à vocação sacerdotal?

Pe. Joinville: Que ninguém tenha medo de discernir a vocação, a caminhada é longa para que o jovem possa ir discernindo, nunca será inútil a experiência no Seminário, mesmo que o jovem perceba que não é essa a vocação, o importante é ser um bom cristão. Que Deus abençoe a todos!

*A entrevista foi concedida ao seminarista Marco Raphael para o Programa “Tarde com Jesus”, da Web Rádio Catedral e irá ao ar na sexta-feira, 28, às 12h.


Informações sobre o Seminário Arquidiocesano São José:

Endereço: Rua Dr. Costa Leite, 648 – Centro – Cep. 18600-010 – Botucatu – SP

Contato: (14) 3814-4991

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.