Arquidiocese de Botucatu

Liturgia Diária

EVANGELHO:

SANTO:

Mensagem de Dom Maurício por ocasião da celebração do Natal do Senhor

Em meio às trevas da pandemia e outras antigas mazelas, caminhamos este ano à luz da parábola do bom samaritano: “viu, sentiu compaixão e cuidou dele!” Assim como à luz do plano arquidiocesano de pastoral procuramos “cuidar bem dos fiéis… acolher melhor os que chegam e sair em busca dos afastados.”
Desejo aqui manifestar minha profunda gratidão aos presbíteros, diáconos, religiosos e religiosas, seminaristas, irmãos e irmãs das comunidades e paróquias, das pastorais, movimentos, associações e organismos de comunhão e participação, pelo fiel empenho realizado, de forma criativa, durante estes tempos difíceis e cheios de desafios. Deixou-me cheio de alegria o coração, saber do bom uso das redes sociais, da grande participação de nossos agentes de pastoral, bem como do povo em geral, e, de modo particular, ver por todo lado o crescimento das atitudes e gestos das mais variadas formas de solidariedade para com os preferidos de Jesus.
Em Jesus, a Luz divina brilha nas trevas da humanidade, pois Deus vê a miséria de seu povo; ouve seu clamor; desce para libertá-lo e fazê-lo subir para um mundo melhor. (Ex.3,7ss). Juntemo-nos aos anjos, santos e santas, e cantemos “Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados.” (Lc.2,14).

“Eterno esplendor da beleza divina.
Ó Cristo, vós sois luz e vida e perdão.
Às nossas doenças trazeis o remédio,
abris uma porta para a salvação.

O coro dos anjos ressoa na terra
E um mundo novo seu canto anuncia:
A glória a Deus Pai nas alturas celestes,
E ao gênero humano a paz e alegria.

Embora pequeno, deitado em presépio,
Em todo o universo, ó Cristo, reinais.
Ó fruto bendito da Virgem sem mancha,
Que todos vos amem num reino de paz.

Nasceis para dar-nos o céu como Pátria,
Vivendo na carne da humanidade.
Renovem-se as mentes e os corações,
Se unam por laços de tal caridade.

Às vozes dos anjos as nossas unimos,
Num coro exultante de glória e louvor,
Cantando aleluias ao Pai e ao Filho,
Cantando louvores e graças ao Amor.”

A todos, com um afetuoso abraço, cheio de gratidão e acompanhado de minha bênção apostólica, desejo um Santo e Profético Natal, na luz do Amor, da Paz e da Alegria do Senhor do céu e da terra.

Botucatu, 14 de dezembro de 2020

+ Maurício Grotto de Camargo

 

Assista o vídeo gravado por Dom Maurício:

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.