Arquidiocese de Botucatu

“O diálogo do Natal” – Mensagem de Dom Maurício para o Natal 2021

Natal é diálogo. É encontro de amor. Não encontro para ver o que tirar do outro ou como torná-lo um ‘zumbi’ em proveito próprio, muito menos encontro de confronto e ódio, como Caim que mata seu irmão Abel.

Natal é diálogo aberto e reaberto permanentemente e sempre recomeça com ‘encarnação’, com a atitude de colocar-se no lugar e situação do outro, antes de qualquer discurso, palavreado ou, pior ainda, ideologia.

Natal é o Verbo – Palavra de Deus – que se faz carne, habita entre nós e nos ama até a morte e morte de Cruz. Neste Diálogo entre o céu e a terra, Deus e a humanidade, é sempre preferível morrer que ferir ou matar. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, é amando que se é amado e é morrendo que se vive para a Vida Eterna.

Somente Deus e o Ser humano – sua imagem e semelhança dotados de consciência, liberdade e inteligência – são capazes de dialogar. E nada justifica o fim do diálogo. Nada justifica a separação ‘nós e eles’; nada justifica o ódio e a violência; nada justifica o homicídio ou, pior ainda, o genocídio. Ninguém deve vingar a morte de Abel! Gn. 4,15. Nada justifica o fim do diálogo, porque quem assume esta atitude faz a triste opção por desfigurar-se a si próprio e enveredar pelo caminho da desumanização. Conhecemos pela história o muito triste resultado de pessoas comunistas desumanizadas; de pessoas fascistas desumanizadas; de pessoas nazistas desumanizadas ou de pessoas, autoritárias e ‘salvadoras da pátria’, que encontraram nestas ou outras ideologias justificativas para também se desumanizarem.

Jesus declara: “Amai até os vossos inimigos”! É preferível morrer que optar pela desumanização.

Natal é um mistério muito maior que a simples humanização. Afinal, Deus se fez humano para que recuperássemos a graça de ser muito mais que humanos: divinos!

Da parte de Deus o diálogo sempre esteve aberto e jamais será fechado! Ao menos no transcorrer do tempo e do espaço, enquanto é sempre possível restabelecer o diálogo.

Da parte de Deus é sempre NATAL.

Desejo do mais profundo de meu coração a você, sua família e a todos um Feliz Natal!

 

+ Mauricio Grotto de Camargo

Dom Mauricio Grotto de Camargo

Arcebispo Metropolitano de Botucatu

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.